VIAGEM A UM LUGAR MÁGICO

165871307

Que tal  fazermos uma viagem ao interior de um Hotel  pertencente a um universo mágico?  O lugar fica  na Cidade de Matera, Sul da Itália. Esse país é guadião de uma infinidade de lugares surpreendentes e cheios de encanto. E sem dúvida, Matera é uma dessas pérolas bem guardadas, situada no  meio de uma paisagem rupestre incrível, que conserva um grande patrimônio de cultura e tradição.

Em razão de sua posição geográfica e sua natureza rochosa, o território de Matera foi habitado constantemente desde o Período Paleolítico.  Parte da cidade é conhecida e chamada de “I Sassi di Matera” (As Rochas de Matera), que é constituída por um conjunto de casas cavadas nas rochas como grutas à beira de um despenhadeiro.  Em 1993, essa parte cidade foi declarada Patrimonio Mundial da Humanidade pela Unesco.  Matera foi escolhida pela União Européia para ser a Capital Européia da Cultura em 2019.

Por se localizar  em um  contexto tão  sugestivo, o Hotel chamado La Locanda de San Martino possui atributos muito peculiares e  especiais.  É um recanto cheio de charme com ambientes que representam inteiramente essa atmosfera tradicional. Os quartos apresentam características construtivas  típicas da cidade, com paredes em pedra à vista ou escavadas nas rochas.

Muito interessante é a parte da piscina coberta com hidromassagem, um lindo espaço com iluminação azul que cria um ambiente muito relaxante.  Tudo muito acolhedor, fascinante e único no mundo. Para quem deseja programar uma viagem este ano, esta pode ser uma excelente alternativa!

foto 01 divulgação

foto 02 divulagação

foto 03 divulgação

foto 04 - Divulgação

foto 05 divulgação

foto 06 divulgação

141469361

141469357foto 08 divulgação

foto 07 divulação

Fotos Divulgação

Texto publicado na Revista Ludovica

Eles permanecem no Café de Flore

 

cafe de flore 01 foto Lenise

Sensibilizada pelo fato de ter sido freqüentado por expressivos nomes da cultura universal, estive no Café de Flore em Paris, com a intenção de vivenciar a atmosfera de luz, que ali permanece intacta, e que antes mesmo de nos sentarmos à mesa, nos envolve e absorve.

É uma sensação indescritível sentir-se ladeada por Sartre, Simone de Beauvoir, Picasso, André Breton, Apollinaire, Rimbaud, Albert Camus, Hemingway e tantos outros artistas e intelectuais de nossa história, famosos ou não.

Em qualquer ponto do café em que nos posicionamos é possível intuir as intensas emoções vividas naquele ambiente. Sartre sentindo náuseas ante o absurdo da vida, Beauvoir pregando o amor livre, Picasso traçando as primeiras linhas do cubismo, André Breton teorizando o Dadaísmo, Apollinaire “fazendo do local seu escritório” e Hemingway vivendo a permanente festa de Paris.  É fácil nos contaminarmos por esse ambiente de acalorados debates e discussões, que propiciaram o surgimento de novas idéias que transformariam as artes e a literatura no mundo.

Ao deixarmos o famoso café, levamos conosco a impressão de termos convivido e interagido com esses grandes vultos, porque eles permanecem ali presentes.

café de flore reprodução

Picasso no café de flore reprodução

Picasso no Café de Flore – foto Pinterest