COMO  DESFRUTAR  ÂNGULOS PERDIDOS  DE UMA CASA

âgulo conversação Casa-Cor-2012 - projeto de Gisele Taranto - Foto André Nazareth

âgulo conversação Casa-Cor-2012 – projeto de Gisele Taranto – Foto André Nazareth

A sua casa possui um lugar acolhedor onde ler, falar ao telefone, usar o celular ou  tirar uma soneca, que não seja a sua cama? Se o lugar mais cômodo de sua a casa é a sua cama, talvez seja o momento de repensar  algumas coisas. Neste caso, pode ser que o seu lar seja acometido  por um excesso de rigidez,  que o torna carente de aconchego e comodidade.

Em uma casa,  existem sempre espaços vazios e ângulos interessantes que não são devidamente aproveitados. Ocupar estes espaços, aparentemente perdidos, pode ser uma ótima solução para criar pequenos oásis de paz. Como por exemplo, posicionar uma cômoda poltrona em um cantinho do quarto ou uma chaise-long ao lado de uma janela ensolarada.  Assim, você pode criar um delicioso espaço de leitura ou de contemplação, para saborear a luz do entardecer ou um dia de chuva.

Encher um sofá de almofadas  ou criar um pequeno ângulo de conversação, com  pequenas poltronas em torno de uma mesinha, para bater papo e tomar um aperitivo. Você pode ainda colocar   muitas plantas em um canto da sala para  criar um pequeno bosque no interior  da casa.  Todas estas soluções, são  formas muito simples e imediatas de se tornar um lar  mais aconchegante.

A organização dos espaços é essencial para valorizar o ambiente doméstico. Ao se posicionar os móveis e os elementos de decoração, nos concentramos sempre nas áreas centrais dos espaços, negligenciando muitas vezes os ângulos aparentemente sem função.  Nada  mais errado. As áreas marginais de uma casa possuem um grande potencial, tanto do ponto de vista estético quanto funcional. Desfrutá-las da melhor  maneira,  nos permite recuperar estes espaços  e criar uma decoração original.

Foto 01 - Pinterest

Foto 02 Divulgação Gubbi

Foto Divulgação Gubbi

foto 04 Angulo conversação - divulgação

Foto Divulgação

Texto publicado no site da Revista Ludovica