A rústica atmosfera de uma casa na Ilha de Elba

foto01divulgac3a7c3a3o

A Ilha de Elba é um lugar de beleza intocada,  um tesouro precioso abundante  de natureza, história e poesia.  É  nesse atraente cenário que   fica a  Casa Melagrana, uma contrução em estilo minimalista e com  um amplo uso de materiais naturais e locais. É uma típica casa de campo,  cheia de encanto,  que através de uma acurada  restaução, se tornou  um lar acolhedor e romântico.

 Os espaços são  arejados, a ambientação  é recolhida e  os materiais dão aos espaços uma grande intensidade. A atmosfera rústica, dominada pelos tons quentes de ocre e âmbar, foi esplendidamente aprimorada por  peças de iluminação da Catellani & Smith. Ao longo da superfície de 100 metros quadrados da Casa Melagrana, foram projetadas  diversas  criações de iluminação a fim de traçar uma espécie de jornada emocional e sensorial, onde a luz se torna arte nos olhos daqueles que sabem olhar.

 A  importância do meticuloso trabalho artesanal se revela através  de cada detalhe. As traves de madeira perfeitamente recuperadas , as paredes em pedras, o charme  das velhas portas com a pintura antiga preservada.. Todos esses elementos, dão vida a um ambiente irresistível, que nos acolhe e acaricia.

foto02divulgac3a7c3a3ofoto03divulgac3a7c3a3ofoto04-divulgac3a7c3a3ofoto05divulgac3a7c3a3ofoto06divulgac3a7c3a3ofoto07divulgac3a7c3a3ofoto08divulgac3a7c3a3o

foto01divulgac3a7c3a3oCasa Melagrana_3

Créditos fotos: Adriano Bacchella

Texto publicado no site da Revista Ludovica

Papéis de parede para comemorar os 100 anos da Bauhaus

foto 01 - divulgação

Em 2019  a Bauhaus se prepara para comemorar 100 anos de sua fundação. A renomada escola de Design Alemã, de Weimar, fundanda por Walter Gropius, é um dos maiores referimentos  no campo do Desing e da Arquitetura  e influenciou de forma decisiva os movimentos  de inovação ao longo do século XX.

Em homenagem a esta grande ocasião, MuralsWallpaper criou uma nova coleção de papéis de parede  inspirada nas  formas e cores típicas do movimento.  A nova coleção é caracterizada por um forte impacto visual e  efeito concreto, onde são utilizados os princípios  arquitetônicos  que tornaram  a Bauhaus célebre no mundo, como linhas limpas, formas geométricas  e cores primárias.

Ao todo, são seis composições murais constituídas  por  cores e formas    inspiradas  nos trabalhos sobre teoria das cores de Josef Albers.  Os  desenhos possuem  formas gemétricas ampliadas e sintetizadas, que criam um jogo hormonioso  de  perspectivas  em total consonância com o estilo da escola de Weimar. A estética  contemporânea se faz presente por meio de uma interpretação mais suave das tonalidades.

É uma coleção interessante porque nos ajuda a compreender que após 100 anos, o legado da Bauhaus é extremamente atual e ainda tem muito a nos ensinar. Para os entusiastas do design é uma grande fonte de inspiração.

foto 02 divulgação

foto 04 divulgação

foto 05 divulgação

foto 06 divulgação

foto 03 divulgação

d-chair-hi-res

Texto publicado no site da Revista Ludovica

Os Tons Neutros sob um novo olhar

foto 01 - dulux inspiração cor do ano 2019 - divulgaçãoDulux inspiração cor do ano 2019

As cores neutras são sempre atuais e muito agradáveis na decoração, pois propiciam ambientes mais serenos e  repousantes.  Assim, engana-se quem pensa que usar  tonalidades neutras significa criar espaços frios e carentes de aconchego.  Por essa razão,  a cada ano é maior a preferência por gradações mais quentes de beges e cinzas.

Emergem com força, também, as cores naturais como cru, cappucino, linho e algodão natural, tanto que, aparecem com muita frequência nas seleções anuais de empresas importantes  como Pantone, a norueguesa de tintas Jotum, Akzonobel e assim por diante. Existe, ainda, todo um mundo cheio de surpresas, com neutros que derivam de tons com esfumaturas mais intensas  como   chocolate, terracota, verde azeitona ou verde menta.

As tonalidades que contém rosa misturadas com terracota podem surpreeder dando vida a neutros inesperados, luminosos e calorosos. Para criar harmonia, podem ser combinadas com madeira clara, ratam, vime, texturas rústicas e tecidos como linho e algodão.

O universo das cores é muito surpreendente e repleto de segredos a serem desvendados.  Para os amantes de ambientes predominantemente claros, a sugestão é  de se abrir à novas descobertas e se  deixar inspirar  por essa infinidade de   neutros singulares e personalizados.

foto 03 jotum divulgaçãoJotum – divulgação

foto 04 cozinha archetipo da marca l'ottocento divulgaçãoCozinha Archetipo da marca L’Ottocento

foto 02 - dulux- divulgação cor do ano 2019 -spiced-honey-thinkDulux inspiração cor do ano 2019

Texto publicado no site da Revista Ludovica

Cor  Pantone de 2019: Como usar o living coral na decoração

foto 02 pinterestPinterest

A Pantone apresentou o “Living Coral” como  a cor de 2019.  A escolha foi feita visando temáticas mais profundas,  no sentido de dar uma dimensão de otimismo, calor e afeto. A intenção é nos convidar   a sermos mais autênticos  para contrastar  a desumanização da era digital. Com essa  escolha, Pantone  permanece na estrada da onda  rosa, contudo,  acena para a tendência atual das cores terrosas que inspiram os ambientes quentes e acolhedoras.

Essa tonalidade tem tudo para ser protagonista  nos ambientes da casa, pois é capaz de criar efeitos naturais e revigorantes, por ser  repleta de vitalidade e  energia. A versatilidade  é o seu ponto forte  e  possui o poder de  encher a casa de alegria e alto astral.  O seu destino perfeito pode ser nos objetos de decoração e na pintura de uma das paredes.

Uma forma  interessante  de usá-la  é criar pequenos toques de cores, que exaltam determinadas características através de tecidos e acessórios como almofadas, toalhas, mesinhas, vasos e tapetes. É uma cor que combina muito bem com a madeira clara,  com o cinza claro, com o branco, verde salvia ou esmeralda, com o violeta tênue, e particularmente,  com diversos tons  azuis e derivações cromáticas  de inspiração marinha.

A atenção e  o cuidado  devem ser reservados paro o uso de cores como o vermelho, o laranja e o amarelo, pois são cores quentes que podem potencializar o efeito energizante e prejudicar a intenção de ter uma  atmosfera  relaxante.

foto 01 mood cor coral living01- Sofá Halo da Softline

02 – Relógio Redbubble

03 – Lâmpada PH5 de  Louis Poulsen

04 – Poltrona Baixa de Softline

05 – Sideboard Caruso de Miniform

06 – Tapete Mirage Nude de Gan

07 – Mesinhas Lady Bug de My Home Collection

foto 04 pinterestPinterest

foto 03 mood com a cor living coral1- Cadeira Havana Low de Softline

2 – Mesa de Centro Picos de Baleri Italia

3 – Tapete Flamingos de Illulian

foto 06 pinterestPinterest

foto 05 papel de parede wallpepper divulgação (2)Papel de Parede Wallpepper

foto 07 .bisazza-banho_design-india-mahdavi divulgaçãoBisazza – Banho design India Mahdavi

foto 08cozinha abimis_living coral_02 - divulgaçãoCozinha Abimis

foto 09 cadeiras aam e mysa de bross divulgaçãoCadeiras Aam e Mysa de Bross

foto 01 pinterest

Texto publicado no site da Revista Ludovica

Mesa de Natal com um toque de natureza

Foto 01 divulgação PedraliPedrali

As festas de Natal são a ocasião ideal para fazer emergir toda nossa criatividade no que se refere a decoração da mesa.  Este é um período onde  muitos estão em busca de inspiração e novas idéias para preparar uma ceia envolta em uma atmosfera mágica e para ser  inesquecível, uma Mesa de Natal deve   transmitir  alegria, aconchego  e clima de festa.

Nesse sentido a natureza nos oferece muitas possibilidades  para decorar com estilo e elegância. É ela que traz aquele toque simples que aquece o ambiente e produz uma harmonia inigualável.  Um visual mais natural é sempre atual e possui uma  sintonia de cores e perfumes que nos reconecta com a vida. O grande trunfo é poder combinar a característica  sobria e essencial  dos elementos naturais com objetos sofisticados e mais  tradicionais do natal.

Quando flores, ervas, ramos, madeira se misturam com tecidos nobres, porcelanas  e  decorações natalícias  dão vida  a composições cheias de estilo e fantasia.  Nada mais sugestivo e fácil de realizar do  que reunir muitas velas com arranjos de frutas e plantas. Precisamos somente de um pouco de imaginação e escolher  se desejamos um cenário mais clássico, essencial ou fantasioso.

Abaixo uma selação de imagens para inspirar novas criações em casa.

Foto 02 Divulgação ColvinColvin

foto 03 pinterestPinterest

Foto 04 - Foto di Nina Holst by pinterestPinterest foto by Nina Holst

Foto 06 divulgação house doctorHouse Doctor

foto 07 ferm livingFerm Living

Foto 08 - divulgação ZARA HOMEZara Home

foto 005 pinterestPinterest

Texto publicado no site da Revista Ludovica

Harmonia entre o passado e o presente

Foto 01 DivulgaçãoCom a intenção de celebrar o estilo da casa Italiana, a Molteni, marca de móveis famosa em todo o mundo, idealizou a decoração de uma estupenda “Villa” (mansão).  O principal objetivo desse projeto foi ressaltar a convivência harmônica entre  o passado e o presente.  Para isso, móveis contemporâneos foram chamados a  dialogar com preciosos clássicos  de design, peças únicas assinadas  por nomes como Gio Ponti, Werner Blaser, Yasuhiko Itoh, Afra e Tobia Scarpa.

Chamada “Villa Carminati”,  a  casa  está situada perto do Lago Maggiore  e foi projetada pelo arquiteto Romeo Moretti entre 1938 e 1939.  Ela   é considerada o projeto mais importante do arquiteto. A  estrutura se desenvolve em  dois andares e foi realizada em uma planta quadrada em torno de um pequeno pátio interno. O projeto engloba elementos da arquitetura clássica e estilo veneto, bem como, características medievais e modernas, tudo entrelaçado de uma forma extremamente equilibrada e natural.

O vasto  terreno, visto de  uma grande varanda, apresenta numerosas espécies de árvores, algumas  raras. Desde que foi construída, a “Villa” sempre pertenceu à mesma família,   que pretendia  uma casa de grande prestígio, tanto que ao longo de sua história sediou importantes encontros diplomáticos internacionais.

Foto 02 Divulgação

Foto 03 divulgaçãoFoto 04 Divulgação

Foto 05 Divulgação

Foto 01 Divulgação

Fotos cortesia Molteni

Texto publicado no site da Revista Ludovica

Inspirações Para a Decoração de Natal 2018

Foto 01 Divulgação Maisons Du Monde

Estamos nos aproximando do período natalízio. Mas  antes de pensarmos nos presentes, ceia e tudo  que envolve essa data,   geralmente  nos empenhamos a  preparar a casa para entrar no clima de natal:  Montar a árvore, o presépio, criar ângulos encantados com arranjos, comprar enfeites para a mesa… Enfim,  todo esse ritual que  faz parte do nosso imaginário desde a infância.

Na casa de minha avó, por exemplo, o dia de montar a decoração, era tão mágico quanto o dia de  Natal.  Essas lembranças são muito caras para mim, tanto que me sinto um pouco criança quando monto minha árvore de Natal. Talvez pr esta razão, muito me diverte criar novos tipos de árvore, brincar com as cores, inventar arrajos, soltar a imaginação e criar um natal colorido e cheio de fantasia.

Refletindo sobre isso, recolhi algumas imagens com propostas de decoração natalízia para este ano.  Elas representam a idéia de um natal criativo e  jocoso, mas com um toque de tradição, através de muitas  luzinhas, brilho e dourado. Para nós que somos brasileiros e vivemos o Natal em pleno verão, muito me inspira a exuberância das cores!

Foto 02 Divulgação Maisons Du MondeFoto 03 Divulgação Maisons Du MondeFoto 04 - divulgação Maisons Du MOndeFoto 05 Divulgação IkeaFoto 0 Divulgação Ikea

Foto 06 Divulgação Ikeafoto 07 divulgação Zara HomeFoto 08 Divulgação Zara Homezara 1 Fotos  Divulagação : Maisons Du Monde ; Ikea; Zara Home

Texto publicado no site da Revista Ludovica

Conselhos Úteis para uma Decoração Eficaz

Foto 1- pinterest

Você vai decorar uma nova casa ou renovar algum ambiente? Nesta hora, muitos profissionais alertam para a importância  de não nos descuidarmos de certas particularidades que podem comprometer um resultado satisfatório. Selecionei alguns conselhos que podem ser úteis para  evitar falhas que normalmente acontecem neste processo.

1. Evitar a tentação de decorar tudo imediatamente.

O desejo de ver tudo pronto e a pressa em definir toda a decoração, podem nos levar a vários erros de avaliação, tanto na escolha dos móveis, quanto na escolha estética. Uma casa feita a toque de caixa pode resultar impessoal e com cara de catálogo de móveis. Lembrem-se que uma casa se faz com o tempo e evolui com os anos. Afinal é muito mais prazeroso vivenciar com calma a definição dos detalhes, como garimpar  peças únicas, identificar mais precisamente o próprio gosto e a melhor  forma de usufruir dos espaços.

2. Atenção especial na escolha dos acessórios.

É comum nos concentrarmos muito na escolha de móveis de grande dimensão, de maior utilização e deixarmos mais ao acaso a escolha dos complementos, como tapetes, cortinas, almofadas, vasos e objetos. Devemos ter uma atenção especial ao fazer essas escolhas, pois, acessórios equivocados podem estragar tudo e deixar o ambiente sem sentido e insípido. Já uma composição bem estudada de todos os elementos, gera grande harmonia.

3. Criar uma identidade cromática.

É essencial na decoração de um interior a definição de uma paleta de cores e a escolha criteriosa das tonalidades, que serão a base de um ambiente. É muito arriscado definir as cores das paredes, dos tecidos e objetos seguindo somente o instinto. Podemos chegar a resultados muito decepcionantes e difíceis de digerir. Se não se sente apto a fazer essa definição, a melhor opção é buscar o conselho de um profissional.

4. Pendurar os quadros na parede na posição correta.

Parece uma tarefa fácil pendurar os quadros na parede, mas na realidade não é tão simples, principalmente, quando estes possuem molduras de formas e estilos diferentes. É sempre aconselhável estudar a disposição com minúcia, para dar às paredes uma certa coerência. Em muitas situações, eles são posicionados muito no alto, quando o correto, é seguir a regra das galerias de arte e pendurá-los aproximadamente a 160 cm do piso, considerando a base. Ao invés de colocar um quadro em cada parede é melhor reuni-los em uma única,  compondo  com as cores, dimensões, sem receio de misturar antigo e contemporâneo, fotos de famílha e desenhos dos filhos.

5. Levar em consideração o próprio estilo de vida.

Jamais decore a sua casa com móveis que não se adaptam ao próprio estilo de vida. Se você é um amante dos animais e possui vários que giram pela casa, por exempolo, ou se adora comer no sofá e na sala, deve adquirir peças e móveis que atendam à essas necessidades e exigências, de forma que se possa desfrutar o máximo do próprio lar.

4 Mood de cores para decorar a sala

As cores podem ser o principal elemento de uma decoração.  Ter como inspiração uma combinação de cores específica pode ser um caminho muito  estimulante para  criar atmosferas singulares, que fazem sonhar e  que sejam  a expressão pessoal de quem  habita um lar. Compor um “mood” é  forma muito eficaz de criar uma composição de cores para decorar um ambiente. Determinar aquele que será  o “mood” de um espaço ajuda, também, a colher novas tendências, aprender a misturar as cores, combinar  os tecidos, escolher lâmpadas, tapetes e acessórios.

Mas o que é o mood? Bem, O mood é uma palavra em inglês que significa humor e pode ter muitos desdobramentos do mundo da decoração. Fundamentalmente, em design de interiores,  o mood é uma composição de cores, objetos e  materiais que serão o tema de decoração de um determinado ambiente.

Sempre digo que não devemos temer as cores. Através delas é possível transmitir emoção, calor, vivacidade, tranquilidade, ou seja, uma infinidade de sensações, que podem ser  a tônica de um projeto. Esta semana me diverti  a criar diferentes “moodboards” tendo as cores como principal fio condutor.  Escolhi a sala para compor  algumas  combinações cromáticas, desde a mais suave até mais  contrastante. Através deste exercício  busquei transmitir inspirações para dar vida e valorizar esse ambiente da casa.

Mood 1 –  Tons pastéis

Foto - 01

  1. Tapete Bliss da CC-tapis, Design by Mae Engelgeer
  2. Sofá Peggy da My Home Collection, Design by Angelettiruzza
  3. Pouf Belt da My Home Collection, Design by Elena Salmistraro
  4. Vasos Aileron da Roche Bobois, design by Jean-Christophe Clair
  5. Pendente Bolle Bubble, design by Cristiana Giopato & Christopher Coombes
  6. Mesa de centro Pretty da My Home Collection, design by Angelettiruzza

 MOOD 2-  Uma sala em  Azul e verde

Foto 03

  1. Sofá Geo da Saba Itália, Design by Paolo Grasselli
  2. Tapete Triple Slinkie da CC – Tapis, design by Patrícia Urquiola
  3. Pouf Five da Muuto, design by Anderssen & Voll
  4. Vaso Primates da Bosa, design by Elena Salmistraro
  5. Sideboard Selene da Baxter, design by Hagit Pincovici
  6. Mesinhas Mastea da Minisforms

Mood 3 – Cores vibrantes na decoração

Foto 04

  1. Poltrona Stay Lounge Chair da G
  2. Mesa de centro Prometeo da Baxter
  3. Sofá Belt da Moroso, desing by Patricia Urquiola
  4. Vaso Transformed Stacking Vessels da Utopia and Utility, design by Pia Wüstenberg
  5. Vaso em murano King da Purho, design by Karim Rashid
  6. Biombo Shade da Saba Italia
  7. Tapete RUSTIC-CHIC da GAN design By Gandia-Blasco
  8. Almofadas RUSTIC-CHIC da GAN design By Gandia-Blasco

Mood 4  – Cores que se inspiram no tapete

Foto - 02

  1. Lâmpada Kabuki da Kartell, design by Ferruccio Laviani
  2. Sofá Casa Modernista da Moroso, design Nipa Doshi & Jonathan Levien
  3. Poltrona Kepi da Saba Itália, design by Design Emilio Nanni
  4. Tapete Marroco de Calligaris
  5. Vaso Scholten & Baijings da Hay
  6. Vaso Nimble da Present Time
  7. Poltrona Bouquet da Moroso, design by by Tokujin Yoshioka
  8. Pouf Stool da Fritz Hanzen, design by Cecilie Manz
  9. Mesa de Centro Modernista da Emdoisdesign

Texto publicado na Revista Ludovica

Um dia especial na Maison Emilio Pucci

Foto 01

No último final de semana,  dias 13 e 14 outubro, aconteceu o evento “Les Journées Particulières”, uma iniciativa da qual participam as grandes casas de moda a nível mundial. Um dia onde  grandes maisons abrem as portas de seus suntuosos salões, antigos palácios, laboratórios artesanais e oferecem a um público determinado a oportunidade de uma visita guiada ou em total liberdade a esses lugares geralmente inacessíveis. É realmente, uma oportunidade única de conhecer  a história e os segredos destas  grandes Marcas.

Como blogueira da Ludovica, fui convidada pela marca Emilio Pucci a acompanhar a textile Designer e  fashion innovator, Ivana Cerisara, para uma visita guiada ao histórico Palácio Pucci em Florença, um verdadeiro tesouro renacentista. Esse incrível Palácio é a residência da família Pucci desde o século XIII, atualmente vive a herdeira da marca Laudomia Pucci.

É também, o lugar onde nasceu a Maison Emilio Pucci e onde se encontra o arquivo histórico de todas as coleções da marca,  os laboratórios de costura e a primeira loja. Essa foi  a primeira vez na história que suas portas  se abriram para visita. E também, pela primeira vez foi possível descobrir o trabalho desenvolvido  para tutelar o próprio patrimônio cultural e entender a influência desta herança na atual identidade da marca.

A visita foi com horário marcado e desde os primeiros passos tudo foi de grande impacto e surpreendente, algo realmente mágico.   Girar pelos magnifícos salões desta  magnífica “Dimora” Histórica já é algo incrível, mas quando a esta experiência, se une a atmosfera de uma grande Maison de moda,  onde a beleza e a criatividade são as maiores protagonistas, tudo se torna difícil de descrever com as palavras. A decoração atual é uma grande homenagem às cores. Após uma recente restauração, que contou a colaboração de Piero Lissoni, os antigos corredores e salões foram decorados nas tonalidades “Capri blu” (um azul celeste) e “Emílio Pink” (um rosa pink).  Cores essas, ícones da maison e que revestiam os armários  renascentistas da primeira boutique histórica de Emilio Pucci.

  O resultado é realmente lindo, um elo de perfeita sintonia entre o antigo e contemporâneo.  Tapetes azuis e rosa cobrem todo o piso do palácio e cadeiras de design revestidas com tecidos da coleção criaram cenários de maravilhar os olhos.  Fiquei especialmente encantada com a grande Sala Branca onde se realizavam os desfiles nos anos 50 e com a poltrona UP de Gaetano Pesce revestida com tecidos da Marca.  Um percurso que nos permite viajar através da  alta moda, do design, da história, da cultura, da  arte e da beleza.

As  imagens abaixo contam melhor que as palavras:

foto 03

foto 02 - Grande Sala Branca de Palazzo Pucci - divulgação                                  foto divulgação Emilio Pucci – Grande Sala Branca

foto 05

foto 04

foto 06

foto 08

foto 09 - Poltrona Up revestida com tecido da marca Emilio Pucci                                                  Poltrona UP de Gaetano Pesce

foto 10 - Eu e Ivana na poltrona Up de Gaetano Pesce                                                  Ivana e Eu  na poltrona UP

foto 12

DSC07334

foto 07 - Um dos afrescos de Palácio Pucci

DSC07294

Senza titolo-10

Texto publicado na Revista Ludovica