Os eventos de Brera Design District para o Salão do Móvel de Milão 2018

FOto 01 - Illustrations by Federico Conti Picamus

Se aproxima um  dos mais importantes eventos  do calendário  de design, o  Salão do Móvel de Milão,  que neste  2018, será realizado entre os dias 17 a 22 de abril. Igualmente ao   Salão oficial, o “ Fuorisalone”  é sempre aguardado com muito entusiasmo.

Entre os eventos mais prestigiados ( e um dos meus preferidos)  do “Fuorisalone”, está o Brera Design District, que a cada edição tem alcançado um número maior de visitantes.  Recentemente, o programa  do Distrito de Brera foi divulgado.

O tema escolhido pelos organizadores foi  “ Be Human : Progettare con empatia”  ( Seja Humano: Projetar com empatia).  É sem dúvida um tema apaixonante, afinal nos convida a  reflexões fundamentais  sobre como  o Design pode ser uma fonte de idéias para melhorar a vida das pessoas. Ademais, uma mensagem que  associa o Design à vida e nos estimula a expressar o nosso lado mais humano, através de  projetos  que pensem primeiramente no outro.

O programa apresentado traz muitos enventos interessantes,  o que me deixou cheia de boas expectativas. Selecionei aqueles que despertaram de forma mais acentuada a minha curiosidade. Se vocês ficaram também curiosos, confiram:

CORALLO POR CRISTINA CELESTINO

Foto 02- divulgação

Um histórico Tram Milanese cor  Coral que circulará no Distrito de Brera como  uma sala de projeção  interpretada por Cristina Celestino, que tentará de criar a sala de cinema ideal, por meio de uma visão contemporânea.  Aguardo com ansiedade  esta que  promete  ser uma experiencia surpreendente e inesquecível . Já me imagino neste “salão viajante” a perambular por Brera.

DESGIN BRASILEIRO, DO MODERNISMO A HOJE

Foto 03 - divulgação ETEL_Salone2018

O Brasil marca uma importante presença com este evento, que será realizado através da parceria entre o Consulado Geral do Brasil em Milão e a Agência Brasileira de Promoção e Comércio ( Apex-Brasil).  Juntos  trazem  a Milão 65 designers e empresas brasileiras para exibir suas criações. O objeto desta mostra é mostrar um visão geral de “ como o Design Brasileiro é sofisticado e criativo ao logno do Tempo, desde o reconhecimento mundial do Movimento do Modernismo ( 1922) até a produção atual ( Design Contemporâneo e Experimental).”

O percurso pela história do Design Brasileiro começará com a exposição  “Modern Brazilian Masters” que contará com peças de grandes autores como Lina Bo Bardi, Oscar Niemeyer, Paulo Mendes da Rocha, entre outros.

– Pavilhão Brasileiro Via Maroncelli 14 (Spazio Edit Milan)

BRERA DESIGN APARTMENT

Foto 04 -SOUVENIR MILANO - LUZ - per ALIITA CYNTHIA VILCHEZ CASTIGLIONI

Neste appartamento que representa uma típica habitação Milanesa, será proposto um percurso através de seus ambientes, com a intenção  de colocar em destaque o Design e o  Artesanato de alto nível. Estarão presentes peças de decoração e revestimentos fora de escala, objetos feitos a mão e muito mais.

Neste contexto, será apresentado também um projeto especial:   que convidou 12 designers para criarem peças particulares para a primeira coleção de “ Milano Souvenir”.

 – via Palermo 1, ingresso livre  de 17 al 22 abril, 12- 19:30

 VITRA – INSTALAÇÃO NO ESPAÇO LA PELOTA 

Foto 05 - divugação Brera-Design_District_la_pelota

No espaço La Pelota vitra apresenterá uma instalação curada pelo designer Robert Stadler, onde os visitantes serão convidados a mergulhar na história, presente e futuro de Vitra. Com a intenção de revelar novas conexões do projeto Vitra.  A instalão também, pretende focar na contemporaneidade.

– via palermo 10

LAGO APRESENTA  : “ NEVER STOP LOOKING BEYOND”

Este será o conceito de casa Lago 2018.  No já  tradicional apartamento de Via Brera 30, acontecerá a mostra que contará com a colaboração de jovens talentos italianos. Acredito que este será um showroom imperdível.

Fotos : Divulgação Brera Design District

Preview de Moroso para o Salão do Móvel de Milão 2018

 

foto 01

Patrícia Urquiola e  Moroso construíram   uma parceria  muito frutífera, que trouxe à vida  incríveis peças de design. Uma colaboração que agora  completa 20 anos e  para marcar este período,  será apresentada,  na edição do Salão do Móvel de Milão de 2018, uma nova versão do sofá Gentry  mais leve e redimensionada.

Considero esta,  uma excelente proposta de Moroso. Sempre adorei a linha do  sofá Gentry.  Penso que  o novo sofá  Gentry Extra Light,  com dimensões compactas,  seja uma opção  muito elegante, além de válida em termos de comodidade. Curiosa já para conferir pessoalmente no Salão.

Moroso_Gentry_Patricia Urquiola_04

Moroso_Gentry_Patricia Urquiola_01

Foto: Cortesia press office Moroso

A casa como expressão da nossa vida interior

Amelia widell

Home of interior design Amelia Widell via Pinterest

A nossa casa diz muito sobre nós e  nossas emoções. A casa transmite com  a sua autenticidade luzes e cores, alegria e tristeza, amor e sociabilidade. A casa reflete os nossos gostos, desejos, valores e estado de ânimo.

Quando decoramos a nossa casa, entramos em contato com a nossa verdadeira intimidade.  A casa representa a nossa vida interior e a forma que a tratamos pode falar muito sobre a nossa personalidade. Penso que visitar uma pessoa em seu lar seja  uma das formas mais autênticas de conhecer-la, talvez, até melhor  que coversar, porque é onde não resistem as máscaras.

A casa eu diria é uma espécie de espelho que reflete a alma das pessoas. Alguns psicológos  dizem que a casa possui o seu próprio inconsciente, no sentido que a escolha dos objetos e móveis, a distribuição dos ambientes, não depedem somente de escolhas conscientes, mas que são projeções do nosso eu mais profundo que se reflete nos espaços. Provavelmente, a casa seja a foram mais eficaz  para revelar quem somos.

O modo de habitarmos o espaço é fruto da relação afetiva que desenvolvemos com o nosso lar. Portanto, entender melhor o nosso modo de morar, pode ser uma grande oportunidade para nos liberarmos de sentimentos e recordações negativas e contruir um ambiente mais arejado.

 

UM LOFT ECLÉTICO E INSPIRADOR

Foto 01 divulgação

Muito inspirador este loft que possui todas as características de uma casa, mas que foi projetado para ser o atelier e o espaço criativo da Designer de Interiores portuguesa Lígia Casanova.  A estrutura é de uma antiga fábrica de Lisboa, que foi totalmente requalificada para a habitação e transformada em um lugar super envolvente, informal e acolhedor.

A cor azul em  tom do céu domina o projeto.  As tonalidades foram perfeitamente dosadas para criar um ambiente repleto de luz e vivacidade, mas que também,  inspira tranquilidade.  Para compor com os tons de azul foram escolhidos elementos de madeira natural e materiais  orgânicos como linho e feltro.  O tapete  “Gan” feito de juta, no centro da sala realça esse efeito natural.

A intenção foi mesclar  o estilo industrial com  alguns aspectos escandinavos, para trazer  ao projeto um sabor contemporaneo e  eclético.   Eclético também, na intenção de criar um espaço que possa ser  desfrutado de muitas formas. Um lugar onde é possível  realizar diversas atividades come trabalhar, relaxar, divertir, comer, contar histórias e assim por diante.

Este interior,  é um ótimo exemplo para entendermos em que sentido caminham os novos modos de  relação  com a casa e os espaços contemporâneos.

Foto 02 divulgaçãoFoto 03 divulgaçãofoto 4 divulgaçãofoto 05 divulgação

Fotos via: Cavalleri comunicazioni

Lanternas chinesas que se transformam em lâmpadas sofisticadas

lampade-magic-circus-2

Trago hoje para vocês a apaixonante  coleção da Marca Francesa Magic Circus, fundada em 2015 pela antiquaria Marie-Lise Fery. Inspirada nas lanternas de papel chinesas, a nova série de lâmpadas ( collection 02) consegue uma mistura muito harmoniosa, fazendo também referência às linhas do Art Nouveau.

O efeito é fantástico, com um design sofisticado, de linhas fortes e estilo marcante. Traz um olhar muito preciso sobre o passado, mas com os pés fincados no presente.

Um dos aspectos que torna a coleção atraente é a composição das cores: Rosa, verde e azul, um “mix” que trouxe muita vivacidade e contemporaneidade.

foto 02 divulgação lampade-magic-circus

foto 03 divulgação lampade-magic-circus

foto 04 divulgação lampade-magic-circus

foto 05 dvulgação lampade-magic-circus

Foto 06 divulgação lampade-magic-circus

 

Um 2018 colorido de Verde Salvia

Foto Tonalidades relaxantes - reprodução pinterest

Pinterest

Entre as previsões das cores protagonistas para 2018 o verde salvia tem alcançado um espaço de destaque. Inclusive, já foi definida por alguns especialistas como o “novo neutro”. O que demonstra que esta cor tem se tornado uma grande descoberta nos últimos anos, tanto na moda como no design de interiores.

Entre as explicações para este protagonismo, está o fato que é uma cor tênue, de sfumatura simples, contudo sofisticada, fácil de decorar e não é vinculante. Por ser uma cor clara, favorece também, ambientes sem luminosidade, permitindo uma decoração alegre sem ser banal ou previsível.

Ademais, é uma cor que se alia facilamente a diversos  estilos,  desde o  contemporâneo e essencial  ao  clássico ou  vintage. O que Permite variadas combinações, sem encontrar grandes limitações. Indiscutívelmente é  uma cor que traz ao ambiente tranquilididade, luminosidade e frescor.  E ao mesmo tempo consegue ser vibrante, alegre e  cheia de energia.

 Portanto, que este protagonismo seja muito bem vindo!

foto 01 - Pinterest

pinterest

Foto 03 pinterest

Pinterest

 

Foto 02 Kahler-AW2017-Collection-01

Kahler-AW2017-Collection-01

foto 04 Pinterest

Pinterest

Foto 05 BEHRs2018ColoroftheYear pinterest

Pinterest

Qual a receita de um bom projeto de interiores?

Como tema do primeiro texto deste blog, que prentende ser um espaço para se debater sobre de Design de Interiores, escolhi  falar sobre os aspectos que considero fundamentais para que um projeto de interiores seja bem sucedido.

Foto Alessandra Bello

iArchitects – Casa a Udine Foto Alessandra Bello

Uma casa deve ser pensada para oferecer bem estar aos seus habitantes, através de soluções que possam desfrutar ao máximo as potencialidades dos espaços e atender às necessidades de quem irá usufruí-los. Para tanto, é necessário estabelecer uma comunicação eficaz, ou seja, estabelecer uma relação próxima com a casa, entender os espaços,  entender quem os habitará e entender a relação das pessoas com estes espaços. Após estabelecer uma verdadeira  interlocução com a casa e com as informações recolhidas, então sim, podemos partir com a decoração.

Um  detalhe que muitas vezes deixamos escapar  são as mudanças que um casa sofre durante um dia, aquilo que se transforma de manhã até a noite. Como é a casa durante o dia ou durante a noite? Como se comporta em um dia de chuva ou um dia de sol? Como recebe a luz? Como é a relação com as aberturas e as janelas?  E a ascústica? É uma casa silenciosa ou cheia de rumores? Com é o clima?   Todas essas observações nos ajudam a compreender melhor toda a complexidade dos espaços de uma casa e a encontrar soluções mais funcionais.

 Outro fator  fundamental é como conseguir estabelecer um diálogo entre os materiais de um ambiente, porque  um elemento haverá um efeito sobre o outro. A cor das paredes haverá um determinado efeito em relação a uma parede de pedra. Um piso  poderá influenciar sobre a percepção do espaço e da luz e assim por diante.  Todos estes aspectos devem ser pensados no momento em que  fazemos  a escolha dos materiais, a fim de  criar  um equilibrio entre eles.

Enfim, é preciso estabelecer um visão conjunta de todo o processo.  Onde os materiais, a luz,  os móveis, as cores, a memória, consigam conviver juntos de forma harmônica.  Um projeto de interiores  de qualidade é aquele que consegue unir todos os elementos que o compõe, dando lhes um sentido.